Soneca

No balanço de fora e interno, me perco nos flashes. Deixo que o filme prossiga rodando no vidro da janela embaçada, sumindo, voltando. Saudades. Soneca.
Numa delas, acordei em seus braços. Dormi para te encontrar rápido, acordei pra não esquecer o gosto, e foi tão bom que várias delas vieram.
A gente quer transar pela incerteza, se beijar pela distância, se abraçar pela saudade e se amar pela força de fazer tudo o que parece ser tão difícil ser a coisa mais certa dia após dia.
Escolha ou destino.
Eu escolhi abrir os olhos para ver os seus, e fechá-los para te sentir melhor. O destino fez com que essa escolha fosse possível.
Na soneca de hoje, não durmo para o tempo passar logo. Durmo porque estou tranquila, te vendo observar o mundo pela janela ao meu lado, suspirando profundo em chamado dos sonhos.

tumblr_nxkgtrt6Ev1rrafppo1_540

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s