Tristeza gera felicidade (ou não)

“Sou um poço sem fundo de reclamações.”

Eu disse isso ontem para a minha mãe, quando ela falou que eu não devia esquecer da minha missão.
Tô sempre achando que escrever não vai dar em nada. E quando é que deu, afinal? Quando se escreve por amor e dor, sabe-se que só pode vir de alguém deprimido na mesa de um bar ou em um quarto isolado. Todos meus escritores favoritos foram assim e a maioria morreu sem ver que eles atingiram a imortalidade. Ironia? Claro que não.
Hoje, enquanto os carros passam, eu reflito no porquê de mim. Porque existo? Porque sofro? Porque escrevo?
Sofro por existir, escrevo porque sofro. A solução seria a morte, mas aí então, percebo que também escrevo para ser imortal. Para pairar no ar. Para fazer palavras dançarem, para bocas secas salivarem. Me pergunto como pode alguém estar vivo e não escrever, mas no fundo sei que isso se deve ao fato de que tem muita pessoa “feliz” por aí. Quem não reclama, não escreve. Pode ser que rabisque coisas belas por aí, mas nunca foi dito que o belo é sublime, afinal.
Não quero agradar ninguém e nem dizer que sim, as coisas vão melhorar. Quero me abrir até rasgar, e expor meus ossos fraturados em meio a uma praça pública, para que quem esteja aos pedaços como eu, não se sinta só. Dizer “Tristeza tem cura, isso é frescura!” nunca ajudou ninguém. Agora, assumir que ninguém É plenamente feliz é para poucos, alguns loucos. Aceitar a verdade de que sem tristeza não haveria arte, e que sem arte não haveria felicidade, dói.
Sou do time triste que usa a tristeza para acalmar alguém além de mim mesma, e por isso digo que enquanto houver coisa pra reclamar, minhas lágrimas escorrerão para algum papel.
E por agora, fica aqui a única coisa que tenho para agradecer: obrigada dor, por me fazer escrever.

Anúncios

4 comentários

    1. Sou uma pessoa triste que tem momentos de alegria, hahaha. A questão é que quando estou tendo momentos de alegria, tento aproveitar a raridade e acabo não escrevendo sobre ele. Mas não escrevo só coisas tristes, um dos meus projetos de livros é bem animado e divertido, hahaha.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s